25 de janeiro de 2009

Eduardo Sá

 

A frieza é, para todos nós, o congelador do desespero. Evita que a dor que sentimos nos faça desabar, como um castelo de cartas. Por outro lado, se o ódio é uma espécie de tira-nódoas do sofrimento, a frieza é a melhor defesa contra o risco do ódio surgir como um vulcão que nos engole.
Os mais velhos só aprendem quando aceitam que, para educar os outros, é necessário, em primeiro lugar, querer aprender com eles. E isso só é possível quando, nas intenções da educação, a aquisição de conhecimentos for substituída pelo carinho à sabedoria.
Apesar de os eficientes falarem da grande vantagem que representam as equipas de trabalho, acham que qualquer «self made man» é sempre mais elogiável do que um homem que, confrontado com a vastidão das suas dúvidas, se torna (progressivamente) tranquilo, sempre que percebe que conhecer não é dominar conhecimentos mas não viver com desconfiança quaisquer dúvidas.
 
 
 

Citador.pt